OBJETIVOS E APLICAÇÕES

Segundo dados da ONU, obtidos através do PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento), o crescimento do habito da leitura, bem como, o crescimento de obras literárias no BRASIL é pequeno, o que nos deixa ainda como um dos países em vias de desenvolvimento que tem o menor índice de leitura. E não é só a leitura que é o importante, afinal, tem que se ler, entender o contexto, para compreender o que está sendo colocado no papel, para isso, é necessário que a pessoa inicie um processo criativo e crítico interior, baseado nos conhecimentos que ela tem, processando e externando para o mundo, através de outro texto escrito, ou mesmo com a comunicação verbal. Daí nasce a criação, a criatividade, que em seguida, deve ser aperfeiçoada com a técnica, que com a junção de todos os elementos citados até agora, surge-se a OBRA LITERÁRIA, a máxima representação cultural da preservação e do estágio do desenvolvimento da cultura de um povo. Tudo nasce de um pensamento que é eternizado em forma de texto em um papel, que pode ser expresso, como poesia, música, teatro, dança, cinema e dentro tantas outras formas de expressões culturais.

E se temos dados, que mostram que a leitura e a criação literária não está se desenvolvendo bem dentro da sociedade brasileira, podemos chegar as seguintes conclusões:

 

  1. Que apenas uma pequena parcela da sociedade está sendo incentivada e preparada adequadamente para desenvolver e ter um apurado senso cultural.

 

  1. Que com vários setores da sociedade desmobilizados para CRIAR, obras literárias com sustância para promover o avanço de idéias e conceitos que venham propiciar o desenvolvimento sócio-cultural com qualidade para todos.

 

  1. Que com a falta da introdução da SEDE LITERÁRIA, nas crianças e adolescentes, na escola e no seu dia a dia, cria-se uma sociedade despreparada para se adaptar discernir o belo do feio, o bom do ruim, o certo do errado, o bom da vida e assim por diante.

Por isso, que a UJE que é defensora dos JOVENS E ESTUDANTES, lança para seus associados da rede pública de ensino, o PROJETO MINHA POESIA, que visa através de um concurso de poesias, ou seja, através de uma saudável competição incentivar os alunos desde jovens, a ler, a entender o que está sendo escrito, a recitar, a expressar o que sentem, o que querem e o que vivem através da RAÍZ da CULTURA que é a LITERATURA. Além de promover um concurso de poesias (no qual a regra estará disponível à todos os alunos da rede pública, junto com a ficha de inscrição), onde os estudantes irão escrevê-las para concorrer, será organizado um Sarau Literário, onde as 3 melhores poesias selecionadas de cada escola serão declamadas por seus autores, sendo que as 3 melhores no contexto geral (avaliadas por um corpo de jurados) serão premiadas com brindes.

            E visando perpetuar o feito de cada jovem finalista do concurso, a UJE publicará uma edição de 1000 livros e distribuindo-os para as bibliotecas públicas, para as escolas, para o corpo de júri e para os participantes.